Coisas de Criança

Coisas de Criança é...Brincar

Coisas de Criança é...Brincar
Contos, poesias,brincadeiras tradicionais, cantos e cantigas de roda, para gente miúda e graúda, desde que deixe a criança que existe em você se soltar.

domingo, 3 de junho de 2012

O pequeno cantor rouxinol esquecido


            O pequeno cantor o “rouxinol” esquecido.

                           (ídolo da minha infância)

            Quem não se lembra dessa época? Quem tem mais de cinquenta anos e viveu uma infância gloriosa e teve o privilégio de “segurar vela” para a irmã mais velha,quando a diversão maior era ir  ao cinema com o namorado, deve ter conhecido este pequeno e grande cantor.De voz afinadíssima de passarinho, um rouxinol, que ecoava longe, um dom divino. Encantava multidões.  Foi um sucesso em vários países, deixava adultos e crianças de queixos caídos.

            José Jimenéz hernádez (Joselito). Nasceu em 11 de fevereiro de 1943 em Beas de Segura,Jaén Espanha , era de origem pobre, foi descoberto por pessoas influentes e o seu apogeu maior  foi quando  lançado como protagonista no mundo cinematográfico na década de 50. Dos seus 15 filmes os mais famosos foram: “El pequenõ ruisenõr”,( O pequeno rouxinol 1956) ,“Saeta del ruisenõr”(Salmo do rouxinol(1957), “Éscucha mi cancion”(Escuta minha canção 1958) “El ruisenõr de las cumbres”( O Rouxinol da montanha 1957) e por aí vai...

            Como menino, o tempo é cruel com voz masculina, como o sucesso estava na belíssima voz, límpida como água cristalina, na adolescência, engrossou, nunca mais foi a mesma. Fez alguns sucessos, mas não foi adiante. Lamentavelmente.

            O momento presente dele? Prefiro pular, prefiro lembrar-se daquele menino que me emocionou muito e ainda  emociona, que o tempo esqueceu dele. Descobri recentemente na net que podemos assistir filmes dele, cheio de belíssimas canções, que ele impressiona qualquer um que goste de músicas românticas espanholas.

             Parabéns meu pequeno ídolo passarinho rouxinol ! Você nem tem noção da grandiosidade que sua voz foi capaz de fazer, ecoar tão longe neste meu Brasil, Num cinema, numa esquina qualquer de um bairro, numa cidade do Nordeste, fez escorrer dos meus olhos atentos, lágrimas de emoção, sem me importar se a irmã com o namorado na última fila (eu na primeira) se estavam beijando ou não. Até hoje me emociono, ao descobrir, após cinquenta anos sem ouvi-lo e sem vê-lo, é bom demais. Recordar é viver momentos inesquecíveis.

                                       Dora Duarte


Um comentário:

M.Pequeno Príncipe disse...

Olá,Dora! Lembro, e como lembro, desse pequeno rouxinol! E lembro também de Marisol, com quem ele atuou em canções e filmes infanto-juvenis! Eu e meus irmãos íamos assistir seus filmes e sempre saíamos chorando do cinema.
Adorei o post!
Beijos
Amara

Copyright © 2011 COISAS DE CRIANÇA.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger